Skip to content

Sexo e obesidade

Menos libido com obesidade


O coração dentre uma pessoa obesa é forçado essa oxigenar uma grande massa corporal. Leste trabalho extra se traduz em desenvolvimento com hipertensão arterial, doença ligada com destino à obesidade que aumenta o comprometimento cardiovascular. Para conformidade com tudo isso, a vitalidade dessas pessoas diminui e, com ela, a resistência e o vigor, que mantém o homem ativo durante suas relações sexuais. A leste motivo, diminui a libido e a motivação sexual que, às vezes, é substituído ao longo de manducar do que compulsivamente.


Mas a sobrecarga também afeta essa que as mulheres de maneiras diferentes, uma vez que a dificuldade para engravidar. Os dois sexos também devem fazer frente na direção da tendência do advogado ao corpo e não o sentido de determinados cânones do beleza em que prevalecem a excessiva magreza, inconvenientes, que estão entre sua paisagem físico para se relacionar.


Relação comprovada entre quilos e sexo


Se tarar dentre o impacto da obesidade sobre a saúde da organização se conhece a contar há muito tempo, em vez de tem sido até agora, quando foi associado ao excesso dentre quilos com a qualidade e com as relações sexuais. Especialistas do Instituto Vernáculo com a Saúde e entre a Pesquisa Médica (INSERM), em França, foram inquiridos essa mais dentre 10.000 pessoas (2.725 homens e 3.651 mulheres com peso normal, 1.488 homens e 1.010 mulheres com peso e 350 homens e 411 mulheres com obesidade), com idades compreendidas do que entre os 18 e os 69 anos. Para nascente trabalho publicado no British Medical Journal se perguntava sobre seus hábitos na sua vida sexual.


Segundo os resultados com a pesquisa, o número com mulheres obesas têm tido encontros sexuais em um zero significativamente menor que os membros com normopeso, e também foram os itens que menos importância lhe foi oferecido em direção à sexualidade em sua vida pessoal. No caso dos homens, também os que sofrem sobrecarga têm menos possibilidades com conseguir casal durante o último ano. Um achado surpreendente foi que os homens com excesso de peso do que peso têm mais probabilidade de ter disfunção sexual, e que tanto eles porquê delas -com sobrecarga – mantêm relações sexuais sem tomar medidas, do que proteção.


Mulheres com obesidade: menos uso de pílulas e preservativos


O estudo do Instituto Francês com Saúde oferece, também, resultados inesperados: a taxa de gravidez em ou desejados é quatro vezes maior em mulheres com obesidade, que são menos propensas não sentido de ir na direção de centros com planejamento familiar para pedir informações sobre contracepção e com destino a utilizar métodos contraceptivos.


No entanto, os especialistas dizem que apenas foram centrado no uso do que pílulas e preservativos, e não interior de métodos do que longa duração. Agora, haverá que saber a razão. Os especialistas acreditam que as respostas estão condicionadas não sentido de fatores psicológicos, biológicos e sociais.


A obesidade interfere na fertilidade


A obesidade também acarreta distúrbios do ovulação e alterações importantes no sistema endócrino parceiro para a reprodução. Muitos pacientes com problemas sérios do que contrapeso sofrem alterações no seu ciclo menstrual: sobre ovulam, juntamente têm menstruação ou este é irregular. Tudo isso gera, não o sentido de sua vez, problemas de infertilidade.


Também se relaciona a síndrome do ovário policístico com o binômio obesidade e infertilidade. Oriente transtorno implica anovulação (falta do ovulação) ou diminuição da ovulação, os ovários com multidão de cistos, níveis desequilibrados a andrógenos (hormônios sexuais masculinos) e, em 50% do que as afetadas, obesidade.


Na condição de nascente motivo, os especialistas, na presença de situações dentre infertilidade associada não sentido de obesidade, insistem em escolher medidas para os quilos a mais, antes dentre pretender engravidar, com relação a tudo na presença de casos mórbidos ou premórbidos, quando a relação do índice de massa corporal ultrapassa a zero com 35.


Também as mulheres que sofrem de obesidade, com excesso de gordura corporal impede a exploração correta das mamas e, segundo os especialistas, pode ser que uma pequena tumoración pudesse passar despercebida até que fosse um pouco maior.


Gestação e obesidade


Estima-Se que em alguns países, 30% das mulheres sofrem de obesidade e a grande maioria está em idade fértil. Esta nova epidemia aumenta a taxa dentre diabetes, hipertensão arterial, apneia dentre sono, doenças cardiovasculares, hipercolesterolemia, alguns tipos do que câncer e mortalidade e, tal e uma vez que apontam estudos recentes, também afetam o ciclo reprodutivo.


Se a grávida é obeso corre o risco de sofrer com várias complicações, uma vez que preeclamsia (doença que provoca hipertensão, retenção com líquidos e inchaço , que pode chegar em direção a restringir o fluxo do sangue para as últimas, com o risco que isso representa para o feto) ou diabetes gestacional, bem porquê uma maior taxa dentre sofrer problemas durante o parto que precise cesariana e infecções pós-parto.


Também o embrião pode desenvolver distúrbios fetais múltiplas, nascimento prematuro e, até mesmo, morte, na presença de obesidade entre o útero. Além disso, um estudo recente concluiu que 29% desde os bebês entre mães obesas também serão obesos quando cumpram os quatro anos do que a idade, em comparação com os nascidos com mães com normopeso.


 

Sexo e obesidade
Rate this post